A comida se torna a principal fonte de energia ao corpo humano. Afirmando isso, nossa principal fonte de energia é proveniente dos carboidratos, que são alimentos abundantes em glicose.

O problema de exagerar no consumo de carboidratos está quando subimos a balança e vemos que aumentamos ao longo do tempo alguns quilos.

Para evitar que o excesso de carboidrato seja armazenado no corpo em forma de gordura, criou-se uma dieta chamada low carb.

Veja a seguir como funciona

Dieta low carb – Princípios

A dieta low carb consiste em reduzir drasticamente o consumo de alimentos ricos em carboidratos, substituindo por outros que sejam ricos em proteína e que forneçam quantidades de macronutrientes e micronutrientes suficientes para saciar a fome.

Em uma dieta normal, se estima que consumimos cerca de 45 a 55% de carboidratos em nossas refeições.

Em uma dieta low carb, o consumo de carboidrato pode varias de 5 a 45%, sabendo que abaixo de 40% gera emagrecimento.

A questão é que ao realizar cortes de carboidratos, podem haver consequências para o bom funcionamento do organismo, pois os carboidratos são uma fonte rápida de energia para o corpo.

Nesse sentido, é normal quem realiza esse tipo de dieta ter sintomas de falta de glicose no sangue, como:

  • Tontura;
  • Dores de cabeça;
  • Tremores;
  • Ansiedade;
  • Fome excessiva;
  • Formigamento em volta da boca.

A dieta low carb deve moderar a ingestão de carboidratos, mas sem reduzir drasticamente para evitar sintomas de hipoglicemia.

A partir disso, veja o que fazer para iniciar uma diet low carb que lhe ajude a emagrecer de forma correta e sem trazer problemas a saúde!

Dieta low carb – Como começar?

A primeira atitude para iniciar uma dieta low carb é saber que não existe corte de carboidratos, pois eles estão presentes em frutas, cereais e até mesmo em alimentos de origem animal.

A questão é controlar o consumo e as porções ingeridas desse tipo de alimento e cortar alguns alimentos ricos em carboidratos.

Veja alguns a seguir alguns alimentos que são low carb e outros que aparentam ser, mas não são e devem ser cortados:

Gorduras

Muito diferente do que se acredita, as gorduras são benéficas para qualquer dieta e fundamentais para o bom funcionamento do organismo, especialmente por ser essencial para a produção de diversos hormônios.

Dietas low carb podem contar alimentos ricos em gorduras boas, pois existem alimentos ricos em gorduras insaturadas que possuem baixas quantidades de carboidratos, fornecendo uma fonte de energia boa para manter o corpo.

Dentre os alimentos ricos em gorduras boas que podemos considerar low carb estão:

  • Oleaginosas;
  • Azeite;
  • Coco;
  • Abacate.

É importante evitar gorduras de carnes e outras utilizadas pela indústria, pois essas são gorduras do tipo saturadas que podem se acumular nos vasos sanguíneos a longo prazo, além de gerar muita energia rapidamente, aumentando rapidamente o pico da glicose, se assemelhando aos carboidratos refinados.

Carboidratos

Os carboidratos estão presentes em diversos alimentos e na dieta low carb não é necessário cortar totalmente seu consumo, mas optar por fontes que contenham bons nutrientes e ajudem o corpo a funcionar de forma equilibrada.

Dentre os alimentos que possuem carboidratos e que podem ser consumidos em dietas low carb, destacamos:

Em relação aos carboidratos que devem ser totalmente evitados, destacamos os refinados, pois além de estar associados a gorduras saturadas, são maléficos a saúde apenas ao consumir maneira isolados em grandes quantidades.

Porém, existem alimentos que parecem ser low carb, mas na verdade não são. Entre eles podemos citar alimentos que devem ser evitados, como:

  • Massas e pães integrais;
  • Arroz;
  • Grão de bico;
  • Feijão e lentilha;
  • Batatas;
  • Banana.

Proteínas

As proteínas são indicadas para quem deseja realizar dietas low carb, mas é importante selecionar a fonte de proteína que vai para o prato.

Dentre as proteínas que são recomendadas, destacam-se:

  • Ovos;
  • Laticínios;
  • Peixes;
  • Soja;
  • Quinoa;
  • Carnes magras.

Esses tipos de alimentos são ricos em proteínas e auxiliam no controle do processo de saciedade, controlando o pico da glicose, que é o que nos faz estocar energia em forma de gordura nos diferentes tecidos do corpo.

Porém, é necessário evitar carnes ricas em gorduras e outras fontes de proteína animal como salsicha, mortadela e especialmente a pele de frango ou de peixe, pois são alimentos ricos em gorduras saturadas que são altamente energéticos e nos fazem armazenar gordura.

Conclusão

A dieta low carb possui diversos benefícios, desde que seja equilibrada e não corte radicalmente as fontes de carboidratos.

De modo a controlar a porção de carboidratos em até 40% é possível obter bons benefícios para a saúde ao executar esse tipo de reeducação alimentar.

Saiba que se você deseja realizar esse tipo de dieta, faça isso com vontade de melhorar sua saúde e seu bem-estar e apenas observe como seu corpo reagirá a essa mudança, fazendo com que você se sinta melhor e caso queira emagrecer, faça disso um processo natural de suas boas escolhas.

Gostou desse artigo? Comente e compartilhe, cada comentário ou compartilhamento me incentivam a fazer mais artigos para lhe ajudar.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •